Svetoslav Nikolaievich Roerich (1904-1993)

S. Roerich na juventude

Svetoslav Roerich, o filho mais novo do casal Helena e Nicholas Roerich, nasceu em 23 de outubro de 1904 na cidade de São Petersburg, Rússia. Desde cedo, Svetoslav mostrou interesse em ciencias naturais, tais como, botânica, ornitologia e minerologia. No período entre 1913 e 1916, ele frequentou o Ginásio K.I.Maya, na sua cidade natal (Rússia, 2011).

Em 1919, toda família Roerich mudou-se para Londres, onde Svetoslav iniciou seu estudo em arquitetura na “Royal Academy de Arts” (Academia Real de Artes). Paralelamente, estudou pintura e ajudou seu pai N. Roerich na montagem do figurino e da cenografia dos espetáculos no “Covent Garden”, o qual, até hoje, é mundialmente famoso pelos seus espetáculos ao ar livre, teatros e pela Casa Real de Ópera (Rússia, 2011).

Em 1920, com a mudança da família para os EUA, Svetoslav deu continuidade a sua formação em arquitetura na Columbia University, em Nova Iorque. Posteriormente, foi admitido na Universidade de Harvard, em Boston. A sua primeira exposição foi realizada na “New York Arden Gallery” em 1923, antes de Svetoslav viajar para Paris e Índia, onde pode ter contato direto com a arte oriental.

Em 1924, o filho mais novo do casal Roerich retorna para os EUA e, em 1926, ele foi premiado na Philadelphia, EUA, ao expor quase 100 obras suas. Durante o tempo que viveu nos EUA, Svetoslav trabalhou ativamente para a continuidade dos trabalhos iniciados por Nicholas e Helena Roerich antes destes partirem para a Grande Expedição na Asia Central (1925 – 1928). Aos 19 anos, Svetoslav assumiu o Centro Internacional Artistico “Corona Mundi” e, mais tarde, tornou-se o vice-presidente do Museu Nicholas Roerich em Nova Iorque. Em nome dessas organizações, S. Roerich representou seu pai em vários encontros internacionais e trabalhou incessantemente para o estabelecimento do Pacto Roerich, desenvolvendo, assim, um trabalho pioneiro em defesa da arte e beleza, da paz e liberdade (Rússia, 2011; Índia, 2011).

S. Roerich ao lado do seu quadro Karma Dorge. 1930s

Após terminar seus estudos nos EUA em 1931, Svetoslav deixou o país e escolheu a Índia como sua “segunda pátria”, assim como ele se referia ao país onde passou o resto de sua vida. Sua primeira morada foi em Naggar, no vale de Kullu, onde seus pais e seu irmão George também moraram quase 20 anos (Rússia, 2011).

A primeira exposição de suas obras na Índia se deu no período entre 1936 e 1937, justamente quando Svetoslav conheceu pessoalmente o Primeiro Ministro da Índia, Jawaharlal Nehru, cujo retrato pintado pelo artista se tornou o seu melhor trabalho no gênero. Em 1939, a exibição percorreu a Índia e, em 1941, suas obras foram exibidas em Chicago, EUA, e em Indore, Índia (Índia, 2011).

Em 1945 Svetoslav casou com Devika Rani, a sobrinha-neta de Rabindranath Tagore e a “Primeira Dama” do cinema

O Casal Devika Rani Roerich e S. Roerich.

indiano. Em 1947, após a morte de Nicholas Roerich, o casal deixa Naggar e se muda para Bangalore, no sul da Índia. Sua casa se tornou um centro de Arte, Beleza e Cultura (Índia, 2011).

Assim como nos EUA, Svetoslav Roerich participou de várias iniciativas em nome da Cultura e da Beleza na Índia. Ele trabalhou ativamente para a preservação e proteção de patrimônios culturais na Índia. E graças ao seu esforço, a Índia também assinou o Pacto Roerich em 1948. O jovem artista foi co-fundador e presidente honorário da Escola de Arte “Chitrakala Parishath” criada em Bangalore, a qual se orgulha de possuir na sua coleção cerca de 200 pinturas de Nicholas e Svetoslav Roerich.

Apesar das exposições já realizadas nos EUA e na Índia, S. Roerich só exibiu sua arte para o público russo em 1960 no Museu de Belas Artes de A. Pushkin. Um mês depois, ele expôs suas obras também em São Petersburg (naquele momento a chamada Leningrad). Nos anos 70, o trabalho de Svetoslav ganhou novo impulso, quando suas exibições se tornaram regulares na então URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) (Rússia, 2011).

S Roerich com os visitants da sua exibicao no State Hermitage, Lenigrad (Sao Petersburg, Janeiro, 1975). (Russia, 2011)

Em 1989, em Moscou, S. Roerich tomou a iniciativa de criar a Fundação Soviética Roerich, a fim de divulgar o legado da Familia Roerich na própria Rússia. A referida fundação foi renomeada para Centro Internacional dos Roerichs em 1991, o qual abriga um museu dedicado a Familia Roerich.

Premio “Padma Bhushan”, India.

Devido as suas diversas contribuições a arte e a cultura, Svetoslav Roerich foi condecorado em vários países, tais como: na Índia, recebeu o Prêmio Internacional J. Nehru e o Prêmio “Padma Bhushan” e, a mais alta condecoração civil no país; na URSS, recebeu a medalha da ordem de “Friendship of Peoples”; e na Bulgaria, foi premiado pela ordem de “Madar Cavalryman” e pela ordem “Kirill and Methody”. S. Roerich recebeu o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Velikotyrn na Bulgaria e pela Academia de Belas Artes da Índia (Rússia, 2011; Índia, 2011).

Em 30 janeiro de 1993, Svetoslav Roerich faleceu em Bangalore (Rússia, 2011). Embora, sua arte também tenha sido impregnada pelo orientalismo presente em todo legado da Família Roerich, Svetoslav Roerich, com um talento próprio, desenvolveu um estilo mais voltado ao retrato artístico. Seus modelos tanto foram personalidades importantes, bem como lamas e moradores de vilarejos escondidos no Himalaia .

1934. Tempera on canvas. 121.5x91 cm. N.Roerich International Centre-Museum, Moscow, Russia

1923. Tempera, oil on masonite. 98x65.5 cm. Nicholas Roerich Museum, New York

Oil on canvas.

1939. Tempera on canvas. 42x40 cm. State Museum of Oriental Arts, Moscow, Russia (temporarily)

Entre os ilustres, vale destacar os belissímos quadros pintados da esposa Devika Rani, os retratos do casal Roerich, e do Primeiro Ministro da Índia Shri Jawaharlal Nehru  (Estonia, 2011).

1946. Oil on canvas. 121.4x91 cm. State Museum of Oriental Arts, Moscow, Russia (temporarily)

1951. Oil on canvas. 136.6x91 cm. State Museum of Oriental Arts, Moscow, Russia (temporarily)

1937. Oil on canvas. 160x137 cm. Nicholas Roerich Museum, New York

1937. Oil on canvas. 130.8x133.4 cm. Nicholas Roerich Museum, New York

1966.

Svetoslav também retratou as montanhas do Himalaia com sutil beleza. E, em vários quadros, ele nos relembra a eterna busca humana pela iluminação da sua própria consciência.  (Estonia, 2011).

935. Tempera on canvas. 46.5x79 cm. N.Roerich International Centre-Museum, Moscow, Russia

1944. Tempera on canvas. 153x92 cm. Karnataka Chitrakala Parishath, Bangalore, India

1943. Tempera on canvas. 102x61 cm. Karnataka Chitrakala Parishath, Bangalore, India

Referências Bibliográficas:

ÍNDIA. International Roerich Memorial Trust – IRMT. Naggar, Vale de Kullu, Himachal Pradesh, Índia.  Capturado no site www.roerichtrust.org.  Acesso 28 de Junho de 2011.

ESTONIA.  Estonian Roerich Society.  Tallinn, Estonia.  Capturado no site   http://www.roerich.ee. Acesso 5 de julho de 2011.

RÚSSIA.  International Center of the Roerichs.  Moscou, Rússia. Capturado no site  http://en.icr.su. Acesso 30 de Junho de 2011.

© 2015 - Instituto Roerich da Paz e Cultura do Brasil | Desenvolvido por Tronux Tecnologia e Comunicação